Queremos a sua opinião! Deixe o seu comentário.

6 dicas para cortar custos na sua empresa

Em determinado evento voltado para empreendedores, um participante me questionou sobre dicas para cortar custo em sua empresa.

Minha resposta foi pontual: seja equilibrado e priorize a inteligência nesse processo.

O mundo dos negócios é influenciado por variáveis internas e externas que podem impactar diretamente os resultados a serem alcançados, ou seja, a lucratividade. Devemos pensar, portanto, nas questões de estrutura e de conjuntura.

A estrutura está diretamente ligada à cultura de gestão, aos objetivos definidos para os negócios e todos os recursos internos que possibilitam as forças para a produtividade. Estrutura diz respeito às variáveis internas que podem ser controladas e alteradas a partir de ações gerenciais.

Já a conjuntura é toda e qualquer variável externa que não está sob nosso controle e pode ter alterações a qualquer momento, e que influencia as atividades internas do negócio e, por conseguinte, a lucratividade.

Neste sentido, o cenário econômico que o Brasil está passando é uma conjuntura que precisa ser analisada, e o empreendedor deve preparar sua estrutura para garantir a sustentabilidade do negócio e a sobrevivência em momentos de recessão.

O equilíbrio está na relação estabelecida por meio de ações que priorizem esses objetivos. Cortar custos é uma decisão inteligente e que está sob o controle da gestão.

Cortar custos significa, a priori, eliminar os excessos e o que não for necessário no total de despesas operacionais, que não cause impactos ou paralise as atividades cotidianas, a fim de manter o equilíbrio do caixa. As dicas mais comuns são:

1 - Compare preços entre diferentes fornecedores. Negocie e faça opção por aquele que mais oferece custo/benefício;

2 - Faça negociação dos aluguéis, revendo os contratos para que os valores sejam compatíveis à realidade da conjuntura atual de mercado;

3 - Não faça compras em excesso, mantenha o controle sobre o estoque. Nem mais, nem menos, apenas o essencial;

4 - Seja vigilante em relação ao consumo de água, luz, gás etc. Controle esses gastos de perto;

5 - Faça uma adequação em sua equipe de trabalho, sempre com cautela nas demissões, pois muitas vezes essa não é a melhor saída para cortar custos;

6 - Invista apenas em itens que realmente são importantes para a melhoria do seu negócio ou que possam contribuir para a lucratividade a curto prazo.

Por fim, a principal dica é usar a inteligência para manter o equilíbrio entre a sua estrutura e a conjuntura atual.

Lembre-se, ainda, que cada negócio tem a sua particularidade. Nem sempre a ação de corte de custos do meu vizinho é a melhor solução para o meu problemas. No mundo dos negócios, analisar as variáveis ainda é o melhor caminho a ser trilhado rumo à sustentabilidade no sentido amplo da palavra.

Fonte: Exame

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
Venha nos Visitar

Rua Senhor dos Passos, 235 / 4º andar

Bairro Centro

Porto Alegre - RS - Brasil

Tel (51) 3017.8241

Cel (51)99860.0686

  • Grey Facebook Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Blogger - Grey Circle