Queremos a sua opinião! Deixe o seu comentário.

Caciva realiza mais um curso de Boas Práticas

29/11/2016

O Curso fornece formação básica nas condições de higiene e manipulação de alimentos, visando a obtenção de produtos seguros à saúde, com custos mais baixos e processos padronizados.

Os encontros são destinados aos profissionais que atuam em serviços de alimentação e que realizam atividade de manipulação, preparação, fracionamento, armazenamento, distribuição, transporte e exposição à venda e entrega de alimentos preparados ao consumo, tais como, cantinas, bufês, comissárias, confeitarias, cozinhas industriais, cozinhas institucionais, delicatéssens, lanchonetes, padarias, pastelarias, restaurantes, rotisserias e congêneres, e também para profissionais que atuam em minimercados e supermercados.

 

Esse curso atende ao Programa aprovado pelo Centro Estadual de Vigilância e Saúde e após a sua realização o empresário estará apto a elaborar o Manual de Boas Práticas e os procedimentos operacionais relativos ao seu negócio.

 

Todos os estabelecimentos que tem alguma relação com alimentos necessitam desse treinamento, pois a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) atualizou o Regulamento Técnico de Boas Práticas para os Serviços de Alimentação. Com isso, as boas práticas de  serviços de alimentação passam a valer, também, nos serviços de saúde. A atualização, realizada por meio da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 52/2014, de 29 de setembro de 2014, manteve excluído do regulamento os lactários, terapia de nutrição enteral e bancos de leite humano.

 

Entre as alterações esta a necessidade do  responsável pelas atividades de manipulação dos alimentos, que deve ser o proprietário ou funcionário designado, estar devidamente capacitado, sem prejuízo dos casos onde há previsão legal para responsabilidade técnica. A Anvisa exige que o responsável pelas atividades de manipulação dos alimentos deve ser comprovadamente submetido a curso de capacitação, abordando, no mínimo, os seguintes temas: a) Contaminantes alimentares; b) Doenças transmitidas por alimentos; c) Manipulação higiênica dos alimentos; d) Boas Práticas.

 

 O investimento é de R$100,00 para micro e pequenas empresas, e R$ 130,00 para os demais interessados. No valor da inscrição está incluído material didático e certificado de participação com carga horária e conteúdo programático fornecido pelo Sebrae. Interessados devem entrar em contato pelo e-mail comunicacao@caciva.com.br, ou pelo telefone 3741 2383, com Manoela.

Please reload

Posts Em Destaque

Vemos com muita tristeza os efeitos da interrupção das atividades do varejo nas regiões com bandeira vermelha. É importante que a sociedade entenda o...

A bandeira vermelha e o impacto no varejo gaúcho

24/6/2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo