Queremos a sua opinião! Deixe o seu comentário.

Lojistas têm até o dia 10 de dezembro para quitar a contribuição assistencial

9/12/2016

As empresas do comércio varejista da região têm até o dia 10 de dezembro para quitar a contribuição assistencial junto ao Sindilojas Vale do Rio Pardo. A contribuição tem como objetivo principal viabilizar a atividade sindical, pois esta arrecadação é uma das principais fontes de receita dos sindicatos, responsáveis por vantagens obtidas nos acordos coletivos que beneficiam toda a categoria e não apenas os sindicalizados.
Vale lembrar que, no final do mês de maio, o Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região pacificou o entendimento relativo à Contribuição Assistencial, artigo 513 letra “e”, oriunda das Convenções Coletivas do Trabalho, sendo clara no tocante da obrigatoriedade pelo recolhimento aos cofres do sindicato patronal respectivo, ou seja, ao qual a empresa faça parte, sua categoria econômica. A norma possibilita, inclusive, a cobrança judicial dos mesmos, pois que agora amplamente respaldados pela Súmula nº 86 do TRT4.
O texto fixa entendimento da Corte no sentido de que a contribuição assistencial prevista em acordo coletivo ou sentença normativa também é exigível das empresas e trabalhadores não filiados aos sindicatos. A súmula é resultado do Incidente de Uniformização de Jurisprudência nº 0002993-58.2015.5.04.0000. Até então, as Turmas Julgadoras do Tribunal proferiam decisões divergentes sobre a matéria. Com a Súmula nº 86, a Corte consolida seu entendimento para julgamentos futuros.
O Sindilojas Vale do Rio Pardo já enviou a guia para o pagamento da contribuição assistencial às empresas do comércio varejista de cinco dos oito municípios que compõem a base territorial da entidade: Santa Cruz do Sul, Sinimbu, Vale do Sol, Gramado Xavier e Herveiras. Para as empresas do comércio dos demais municípios que compõem a base territorial do sindicato - Venâncio Aires, Vera Cruz e Mato Leitão - serão enviadas as guias no momento oportuno, pois possuem data diferente para pagamento da contribuição assistencial. O presidente do Sindilojas Vale do Rio Pardo, Mauro Spode, lembra que o sindicato é o órgão de defesa dos interesses dos lojistas, com poder de representação garantido na Constituição Federal.
 

Please reload

Posts Em Destaque

Vemos com muita tristeza os efeitos da interrupção das atividades do varejo nas regiões com bandeira vermelha. É importante que a sociedade entenda o...

A bandeira vermelha e o impacto no varejo gaúcho

24/6/2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo