Queremos a sua opinião! Deixe o seu comentário.

10 dicas para uma gestão de estoque eficiente no e-commerce

21/7/2017

 

 

Administrar um e-commerce pode parecer uma tarefa difícil. A busca por resultados positivos e a pressão pelo cumprimento de metas faz com que muitos diretores tomem atitudes que colocam seus negócios em risco.

 

Nessas horas, é preciso ter muito cuidado ao realizar a gestão de estoque para que sua estrutura empresarial não seja afetada. Por isso, deve-se conhecer as melhores práticas e estratégias desse campo de atuação.

Com o intuito de tirar todas as suas dúvidas sobre esse assunto, o nosso post de hoje mostra dez importantes dicas. Continue sua leitura e aproveite!

 

1. Analise o mercado

O mercado consumidor é inconstante e pode pregar peças em um profissional muito experiente. Aquilo que hoje é um suprassumo entre seus clientes, amanhã, pode se tornar obsoleto e indesejado quando menos se espera.

Então, antes de tomar qualquer atitude em sua gestão de estoque, acompanhe as tendências de consumo do mercado.

Prepare-se para situações positivas e negativas em seu gerenciamento e, mesmo que você seja pego de surpresa, mantenha a calma e proponha soluções rápidas e eficientes.

 

A dica é acompanhar via Google Trends o volume de pesquisa realizado no Google. Com essa ferramenta, você pode, além de identificar o volume, fazer comparativo entre as palavras, ajudando na sua decisão.

Uma segunda dica é utilizar a ferramenta “Mais vendidos” que as lojas virtuais possuem na busca. Isso pode te dar ideias de novos produtos ou saber quais são aqueles que grandes concorrentes estão apostando.

 

2. Tenha um espaço físico adequado

O espaço físico utilizado para a armazenagem das mercadorias de um e-commerce tem papel fundamental em sua performance. Independentemente da razão social de sua loja virtual, é necessário ter um local adequado às suas necessidades.

Dessa forma, os seguintes parâmetros devem ser priorizados:

 

Localização

O seu armazém, galpão ou centro de distribuição precisa se localizar em um ponto estratégico, visando à redução do frete e do tempo de entrega. Um produto que chega às mãos de seus consumidores com rapidez e baixo custo pode ser um importante diferencial no momento de compra.

 

Segurança

Atualmente, a segurança é um tema bastante discutido em nossa sociedade, e não poderia ser diferente em uma gestão de estoque no e-commerce.

Quando roubos ou outras situações problemáticas — como incêndios e inundações — acontecem, o funcionamento de sua gestão é colocado em risco e isso deve ser evitado a todo custo.

Por esse motivo, crie um plano de segurança — utilizando profissionais e tecnologias adequadas — que minimize ou erradique esses casos.

 

Tamanho

Em algum momento de sua carreira, você deve ter se perguntado: quais são as dimensões ideais para o meu estoque, não é mesmo?

Infelizmente, não há uma resposta universal para essa questão. Cada empreendimento possui características que o difere de seus concorrentes; desse modo, é preciso analisar os casos separadamente.

 

Suas mercadorias precisam estar acomodadas de maneira correta, sem que o seu funcionamento e suas qualidades sejam alteradas.

Tenha em mente que espaço sobrando ou faltando sempre é prejudicial à sua gestão de estoque. Portanto, nunca se acomode e prepare-se para expandir ou reduzir suas instalações quando necessário.

 

3. Defina prioridades

Não importa qual seja o seu campo de atuação, sempre existirá um produto ou um serviço que é o carro-chefe de sua gestão, necessitando de mais atenção e cuidado na criação de suas estratégias.

Analise a demanda que sua empresa tem e defina quais são suas prioridades, assim você pode evitar desperdícios financeiros e otimizar sua produtividade.

Uma das principais estratégias para definição das prioridades é a análise de curva ABC. Resumidamente você deve separar os itens que mais vendem na sua loja, sendo que em geral 80% do seu faturamento deverá ser representado por 20% dos itens.

Com isso, você poderá investir de maneira mais assertiva nos produtos corretos.

 

4. Acompanhe a movimentação de mercadorias

Um gerenciamento de estoque é marcado por constantes entradas e saídas de insumos. Alguns profissionais não acompanham esse fluxo, acabam perdendo o controle da situação e tomam decisões equivocadas.

Para não cometer esse erro, você deve observar e analisar tudo o que acontece em sua gestão de estoque. Com isso, é possível criar estratégias que visam aumentar o faturamento e a visibilidade de sua empresa.

 

5. Saiba tudo o que há em sua gestão de estoque

Imagine a seguinte situação: um cliente tem uma grande demanda por um determinado produto existente em seu e-commerce e está disposto a pagar o valor que for necessário nessa aquisição. Porém, o diretor dessa gestão não sabe que essa mercadoria está em falta e mesmo assim fecha o contrato.

Não é preciso entrar em grandes detalhes para entender que essa decisão foi errada e precisa ser evitada.

Dessa forma, para não cometer esse equívoco, conheça o cadastro das mercadorias de sua gestão.

 

As ferramentas importantes que podem te ajudar nesse momento:

Google Analytics: identifique a cada período quais são os itens que são mais visualizados e cruze com a disponibilidade de estoque. Com isso, você saberá exatamente quais itens possuem maior procura e estão com estoque menor.

Ferramenta “Avise-me quando chegar”: essa ferramenta muitas vezes são pouco solicitadas para as plataformas mas é uma excelente maneira de conseguir identificar aqueles produtos que estão com alta procura.

 

6. Preze pela automação de processos

A aquisição de uma boa plataforma de e-commerce e um sistema de ERP, é o primeiro passo para uma gestão eficiente da sua loja. O segundo passo, é a integração dos dois sistemas.

Quando essas etapas são superadas, os processos ficam automatizados, aumentando a velocidade e diminuindo erros.

Vale lembrar que nem sempre o sistema mais caro é o melhor. Você deve identificar as tarefas e os processos que são mais importantes e que tomam mais tempo para priorizar automatizá-los.

 

7. Treine seus colaboradores

Um e-commerce não é formado por apenas um diretor empresarial. Em sua gestão de estoque, há inúmeros outros funcionários que são fundamentais em sua eficiência.

Eles devem utilizar as ferramentas e técnicas mais modernas do mercado. Em vista disso, promova treinamentos e workshops para aprimorar suas técnicas de trabalho.

Lembre-se também manter a segurança e a saúde de seus colaboradores ao utilizar equipamentos de segurança e seguir as normas regulamentadoras.

 

8. Trabalhe com os bons fornecedores

Para operar o estoque de sua empresa corretamente, deve-se trabalhar com fornecedores de confiança e adaptados às suas necessidades. Escolha no mercado um parceiro que saiba negociar e que preste um serviço de qualidade.

Nunca se deixe levar apenas pelo lado financeiro. Escolher o fornecedor mais barato pode ser uma péssima atitude.

 

Também não se iluda com propostas milagrosas e analise todos os parâmetros contratuais para evitar armadilhas financeiras.

Sempre tenha em mente a capacidade do seu fornecedor em abastecer a sua loja, ou seja, o lead time. É muito provável que um item fique indisponível e seja da curva A de produtos, portanto repor rapidamente pode significar algumas centenas de vendas a mais.

 

9. Acompanhe seu desempenho

Não importa as ações que você toma em sua gestão de estoque, se não há uma análise de dados e de performance, todo esse esforço é desperdiçado e jogado fora.

Analise constantemente os resultados obtidos em seu dia a dia de trabalho. Encontre erros a serem consertados e, quando se deparar com situações positivas, faça de tudo para perpetuá-las.

 

Uma dica importante é criar dashboards online e deixá-los visíveis a todos. Por exemplo, citamos o Google Analytics como uma ferramenta importante, portanto ela deve estar aberta em uma TV cruzando os dados de disponibilidade de estoque.

Se algum item importante estiver sem estoque, rapidamente o gestor pode tomar a decisão de compra.

 

10. Tenha sempre um plano para situações emergenciais

Antes de prosseguir sua leitura, responda: você tem um plano B para a sua gestão de estoque?

Caso aconteça algo de errado, como um problema em seu servidor central, qual será a sua primeira ação?

Se você conseguiu responder às perguntas com calma e tranquilidade, parabéns! Porém, se o silêncio ou o desespero tomaram conta de sua mente, é melhor mudar a sua abordagem profissional o quanto antes.

 

Para criar um plano de situações emergenciais, imagine o pior caso possível e proponha soluções rápidas e eficientes. Sempre tenha um backup de todos os relatórios e informações de sua estrutura empresarial.

Uma gestão de estoque precisa ser realizada de maneira correta e assertiva. Com as dez dicas de hoje você está preparado para fazer um trabalho de excelência e se destacar no mercado.

 

Fonte: SBVC

 

Please reload

Posts Em Destaque

Presentes de R$ 50 foi opção da maioria dos consumidores

11/5/2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo