Queremos a sua opinião! Deixe o seu comentário.

10 previsões de tecnologia para o varejo em 2018

1/12/2017

 

A necessidade de novas tecnologias no varejo, como a construção de plataformas adaptáveis e o uso do Omnichannel, é um dos apontamentos do Worldwide Retail 2018 Predictions (Previsões para o Varejo em 2018) feita pela IDC (Internacional Data Corporation) para a garantia das vendas e satisfação do consumidor.

 

Experiências integradas habilitadas com Inteligência Artificial (AI), realidade aumentada, conectividade e aplicativos baseados em microservices são só algumas das tecnologias que estarão no varejo e que até 2021 terão sido adotadas no comércio e serviços.

 

O Estudo levanta dez tendências para o próximo ano do uso das tecnologias no varejo, que estão elencadas a seguir:

 

1. Omnichannel

Até 2019, 50% dos varejistas terão adotado uma plataforma de comércio de varejo de Omnichannel, que permitirá um aumento de até 30% na rentabilidade do omnicanal.

 

2. Nuvem, AI e composable

Até 2019, os 30% superiores dos varejistas estarão ativamente envolvidos na transformação digital, conduzindo mudanças organizacionais e estratégias de investimento em tecnologias de plataformas fundamentais, baseadas em nuvem, habilitadas para AI e composable.

 

3. Arquitetura CX

Até 2019, 40% dos varejistas terão desenvolvido uma arquitetura CX suportada por uma camada AI. Essa plataforma permitirá a personalização CX hiper-micro, proporcionando um aumento de conversão até 30% e, portanto, uma receita de até 25% maior.

 

4. Dados geoespaciais

Até 2021, os varejistas terão adotado dados geoespaciais para gerar maior eficiência na orquestração de omnichannel, reduzindo os custos de estoque em até 25% em centros de distribuição e lojas.

 

5. Fulfillment

Em 2020, mais de metade dos consumidores terão no Fulfillment, o cumprimento perfeito do serviço, como principal motivo de lealdade para os varejistas. Como resultado, os varejistas aumentarão seus orçamentos para essas tecnologias em até 20% para criar uma experiência de realização totalmente transparente e amigável.

 

6. Assistentes digitais

Em 2021, 10% das vendas de varejo em cadeia serão criadas e gerenciadas por meio de assistentes digitais habilitados para voz, o que acelerará a predominância de mercados para a compra de produtos diários.

 

7. Defesa cibernética

No meio de ameaças cibernéticas em rápida evolução e atores ameaçadores de crescente sofisticação, 75% dos varejistas terão adotado tecnologias de defesa cibernética baseada em inteligência artificial até 2020.

 

8. Força de trabalho digital

Até 2019, 40% dos varejistas terão iniciado uma transformação significativa da força de trabalho para atender a cada vez mais pressão para oferecer uma experiência de cliente de somnacional de ressonância, quebrando silos de engate digital-físico.

 

9. Redes PIM/MDM

Em 2020, 20% dos varejistas terão redesenhado suas redes de Inteligência artificial para PIM/MDM. Essas redes conectam os atributos do produto através da análise social e do comportamento de clientes, criando insights competitivos ​​para unificar merchandising e marketing.

 

10.  AI, AR e IoT

Até 2021, respondendo às expectativas de experiência das partes interessadas, os varejistas que usarem a Inteligência Artificial, Realidade Aumentada (AR) e IoT (Internet das Coisas) para o envolvimento dos funcionários e clientes verão os níveis de satisfação do cliente aumentarem em até 20%, aumento da produtividade dos funcionários em até 15% e o estoque aumentar em até 25%

 

Fonte: Novarejo

Please reload

Posts Em Destaque

Pandemia exige dos empresários adaptação às regras de higiene e segurança e ainda sinaliza futuro incerto

A Associação Gaúcha para Desenvolvimento do V...

Reabertura do varejo gaúcho aponta manutenção de canais digitais como alternativa de vendas e possível redução no quadro de colaboradores

1/6/2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo