O que o consumidor espera de uma loja de proximidade

O principal atributo para das lojas de proximidade é a agilidade na resolução de atividades. Foto: Creative Commons A oferta de lojas focadas em conveniência ainda está em seus primeiros estágios no Brasil. Essa é uma das conclusões de um estudo da consultoria internacional BCG sobre esse segmento do varejo. É por conta disso que os varejistas têm apostado cada vez mais em lojas de proximidade, entre outras iniciativas. Mas, antes de entrar no segmento, é importante conhecer um pouco mais sobre o que os clientes esperam desse canal. O mesmo estudo da BCG entrevistou consumidores para testar esse conceito. Entre as constatações, está o fato de que alguns veem no canal de proximidade uma forma

Confira três erros do varejo na integração do digital com o físico

Confira os três mitos do “online to store” que prejudicam a captação de consumidores. Foto: Shutterstock O número de pessoas que usam o smartphone para procurar por lugares e produtos na região onde estão chega a 76%. Essas pessoas visitam um estabelecimento para olhar o que querem num intervalo de 24 horas. Entre essas, apenas 28% realizam uma compra. Os dados são da pesquisa “Diário digital: como suprir necessidades de consumo imediatamente”, de maio de 2016. Jeremy Hull, vice-presidente de inovação da IProspect, uma das maiores agências de marketing digital do mundo, disse ao portal "Think With Google" quais os três mitos do “online to store” que prejudicam a maneira como o varejo capta o

Linha do horizonte: o que se pode ver para o varejo em 2018

Nos últimos doze meses, a renda real cresceu 6% e a empregabilidade melhorou. Foto: Mario Quintana/JC Não há nada mais incerto do que prever o que está por vir. É sempre um risco e a realidade costuma ser surpreendente. Os elementos que estão fora do raio de percepção dos mais cuidadosos analistas são tantos, e se combinam de tal forma que, muitas vezes, mudam por completo a direção daquilo que a racionalidade indica. De qualquer forma, é sempre bom exercitar. Pensar sobre o futuro ajuda a organizar o pensamento e, principalmente, suscita o debate. Isso, por si só, já se constitui em um precioso elemento para a compreensão dos fatores determinantes dos cenários político, econômico e social.

A importância de atrair e reter talentos no varejo físico

Mais de 70% dos consumidores desejam poder devolver as compras feitas on-line em uma loja. Foto: Shutterstock. Marcas de luxo, historicamente, lideram o setor no quesito colaboradores como embaixadores de marca. Porém, nos últimos anos, marcas de todas as verticais aprimoraram a experiência na loja investindo em talento especializado para que a experiência seja inesquecível. As lojas respondem por mais de 90% de todas as vendas de varejo e influenciam decisões de compra do comércio eletrônico dos consumidores que preferem marcas com estabelecimentos convenientes nas proximidades para devolver, trocar ou obter atendimento para itens comprados on-line. Em nosso estudo global com consumidores,

AGV projeta retomada dos investimentos no varejo do RS

Pesquisa da entidade revela que 55% dos lojistas pretendem ampliar o número de pontos de venda em 2018. A maioria dos lojistas do Rio Grande do Sul vai voltar a investir em 2018, com especial atenção na expansão de novos pontos de vendas. A projeção é da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV) depois de consultar 135 entidades afiliadas que representam 27 mil empresas do setor no estado. Conforme o presidente da entidade, Vilson Noer, o ano será marcado pela realização da Copa do Mundo de futebol, que tradicionalmente movimenta o comércio, e as eleições de outubro. A entidade projeta para o mês de dezembro deste ano um aumento de +5,2%, comparado com - 9% em dezembro de 2016,

Lajeado Brilha distribui seladinhas até o dia 27

Consumidores que efetuarem compras nos estabelecimentos participantes concorrem à premiação. Crédito: Clarissa Jaeger Encerra na próxima quarta-feira (27) a distribuição de seladinhas para os consumidores das 116 empresas integrantes do Lajeado Brilha 2017. No dia seguinte (28), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado realiza o sorteio do grande prêmio de R$ 50 mil. Concorrem os códigos cadastrados no site www.lajeadobrilha.com.br desde o início da promoção, em 27 de outubro, e que até a manhã desta sexta-feira (22) já totalizavam 172 mil cupons. Aqueles que ainda não registraram os seus, tem até as 23h59min do dia 27 para garantir a participação. As seladinhas são entregues a cada com

Cinco aplicações da Internet das Coisas no varejo

A IoT permite que dispositivos se comuniquem, analisem e compartilhem informações. Foto: Pixabay A Internet das Coisas (IoT), uma das tecnologias que mais deve impactar a vida das pessoas e das empresas nas próximas décadas, nada mais é uma do que uma rede em que objetos passam a estar conectados uns aos outros por meio de sensores embutidos capazes de receber e transmitir dados em tempo real. Essa rede permite que esses dispositivos se comuniquem, analisem e compartilhem informações sobre o mundo ao nosso redor, utilizando plataformas e softwares baseados em nuvem. No caso do varejo, as tais "coisas" conectadas podem incluir chips para rastreamento de inventário (RFID – Identificação por Rá

A evolução do varejo: passado, presente e futuro

Quanto mais entramos na era digital mais o varejo deve focar em três áreas em especial. Foto: Acervo A indústria varejista é bem dinâmica e está sempre se adaptando para melhor atender seus clientes. Na última década, acompanhamos diversas atualizações e avanços que ajudaram a impulsionar a indústria. Mas, não importa o quanto o setor mude, uma verdade permanece: o cliente tem sempre razão. Para entender o passado – e também o futuro – do varejo, também é necessário entender um conceito fundamental documentado por N.S.B Gras, ex-professor da Universidade de Harvard. Em 1939, ele observou que a progressão de qualquer indústria “está conectada ao avanço da economia e do sistema social”. Aplica

Pesquisa aponta que 90% dos consumidores querem ser atendidos por pessoas

A pesquisa aponta ainda que boa parte dos consumidores exige boa comunicação. Foto: Shutterstock Os consumidores querem ser atendidos por pessoas e não por máquinas durante o processo de aquisição ou no pós-compra. Uma pesquisa do IDC e da LogMeIn aponta que 89% dos consumidores não abrem mão do atendimento humano, mesmo com toda promessa de facilidade no atendimento automatizado. Os dados indicam um desafio importante para e-commerces, marketplaces e empresas do varejo físico que pretendem automatizar o atendimento. A pesquisa aponta ainda que boa parte dos consumidores exige boa comunicação, além de resolução ágil dos problemas. Para 67% dos entrevistados, a satisfação ao longo de todo pro

Três passos para construir uma boa estratégia de precificação

A Precificação com Base no Valor Percebido ajuda a aumentar a rentabilidade. Foto: Shuterstock Com a economia em recessão desde 2015 e um consumidor mais racional na hora de realizar suas compras, a precificação tornou-se um grande desafio e de vital importância para as companhias. Mesmo ainda sendo vista por muitos como uma atividade de suporte, a gestão de preços, também conhecida como Pricing ou Precificação, vem ganhando notoriedade nos últimos anos e sendo tratada cada vez mais como um tema estratégico nas grandes empresas. Muitas companhias utilizam métodos mais simples de precificação, baseados apenas nas informações de custo e no preço da concorrência, o que, muitas vezes, acaba leva

O varejo brasileiro segue rumo ao digital

Multicanalidade é o caminho para conseguir agradar todos consumidores. Foto: Acervo Wix A era do multicanal já é uma realidade para os varejistas internacionais e vem se aproximando para também se tornar mais presente no Brasil. Existem muitos motivos para que o setor acredite que o conceito de multicanalidade é o caminho para conseguir agradar todos consumidores. Afinal, como se sabe, ao contrário dos jovens que preferem comprar online, as pessoas mais velhas ainda preferem ir às lojas para fazer suas compras. Um exemplo de empresa que vem apostando nessa ideia é o Bob’s. Eles estão na segunda fase de implementação de uma loja, localizada no Rio de Janeiro, 100% digital. O espaço foi pensad

Comércio ambulante ilegal pauta audiência entre prefeitura de Lajeado e entidades

Comerciantes, empresários e representantes de entidades regionais reivindicaram maior fiscalização por parte do município. Crédito: Clarissa Jaeger A luta contra o comércio ambulante ilegal em Lajeado levou entidades patronais, laborais e de classe a um debate com o governo municipal na manhã desta quarta-feira (20). A audiência com o prefeito Marcelo Caumo contou com a participação de comerciantes, empresários e representantes do Sindilojas-VT, Sindigêneros, Sindicomerciários, Sincovat, CDL Lajeado, Acil e CIC-VT, além do vereador Carlos Ranzi e assessor de gabinete Ítalo Reali. O tema, amplamente discutido na região e já apresentado em reuniões da Amvat, tem impacto econômico para a cidade

Lajeado Brilha 2017 entra na reta final

Passeios de Cedelinho encerram no dia 27. Crédito: Clarissa Jaeger Faltam poucos dias para o encerramento da programação do Lajeado Brilha 2017. Com o sorteio do grande prêmio de R$ 50 mil no próximo dia 28, a programação da campanha natalina da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado entra na reta final e oferece aos consumidores e comunidade local as últimas oportunidades para concorrer à premiação e conferir as atrações que integram esta edição. As seladinhas continuam a ser distribuídas pelos estabelecimentos participantes a cada compra de valor igual ou superior a R$ 50,00 até o dia 27, data em que igualmente encerra o prazo para cadastro dos códigos no site www.lajeadobrilha.com.br

Artigo: Boas conquistas e bons desafios

Vilson Noer, presidente da AGV Há cinco anos, iniciamos um trabalho sério focado no varejo, dando suporte aos lojistas e buscando incessantemente soluções e inovações nos tempos de crise. Desde sua fundação, a Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo sempre se calcou em pilares sólidos que proporcionam segurança nos negócios, aumento nas vendas, capacitação, inovações, entre outros. Nesse tempo, a AGV tornou-se uma das mais representativas entidades setoriais considerando sua identidade, imagem e reputação. Além dos temas institucionais, e de interesse do varejo como pesquisas de intenções de compras dos gaúchos, firmamos parcerias para melhor atender as associadas, realizamos visita

Shoppings e estádios apostam em monitoramento em tempo real

Outras funcionalidades são a contagem de pessoas em filas, de veículos e até mesmo a análise de comportamento de quem circula por um determinado espaço As tecnologias de segurança para ambientes com grande movimentação de pessoas, como shoppings e estádios de futebol, têm evoluído nos últimos anos. Além de permitirem o acompanhamento visual de tudo o que acontece no ambiente, os equipamentos de hoje identificam informações importantes e ações suspeitas em tempo real. Um exemplo é a análise de placas de carros parados em grandes estacionamentos. Já existem sistemas de vigilância no mercado capazes de identificar veículos roubados e, automaticamente, avisar as autoridades responsáveis sobre a

Compras de Natal estimuladas pela chance de ganhar R$ 50 mil e prêmios instantâneos

Proximidade do Natal aumenta movimento no comércio de Lajeado. Crédito: Clarissa Jaeger O Lajeado Brilha 2017, campanha natalina da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado, oferece, desde o dia 27 de outubro, uma oportunidade exclusiva aos consumidores dos estabelecimentos integrantes da promoção: a chance de concorrer ao prêmio de R$ 50 mil, cujo sorteio ocorre no próximo dia 28. E antes de se conhecer o grande ganhador desta edição, os clientes dessas empresas também podem ser contemplados com centenas de prêmios instantâneos, os quais totalizam outros R$ 50 mil. As lojas participantes da campanha estão identificadas e entregam uma seladinha a cada compra de valor igual ou superior a R

O coworking funciona para o varejo?

Existem coworkings criados exatamente para quem é do varejo. Foto: Creative Commons. Compartilhar é algo que está em alta no mundo atualmente. Pessoas compartilham produtos, conhecimento, serviços, meios de transporte, hospedagens e, é claro, espaços de trabalho. Mas seria esse um meio viável para se trabalhar no varejo? A resposta é sim. Segundo o Sebrae, essa é uma tendência cada vez mais forte entre empresários interessados em oferecer soluções funcionais para seu público. Coworkings oferecem toda a infraestrutura para a empresa realizar suas atividades, sem contar que foram criados exatamente para se adequarem aos mais variados uso do espaço, de acordo com a rotina de quem o freqüenta. É

Boas perspectivas para o varejo demandam cuidados com os pontos comerciais

As redes varejistas voltaram a investir na abertura de novas unidades. Foto: Creative Commons. A retomada da economia brasileira, muito embora sem consistência e mais demorada do que o desejado, já reflete positivamente nos números do varejo. Segunda a Serasa Experian aumentou em 0,8% o movimento nas lojas na comparação entre setembro/2017 e outubro/2017. Na comparação com outubro do ano passo o crescimento ficou em 6,5%. Diante deste fato, as redes varejistas voltaram a investir na abertura de novas unidades, gerando atratividade aos imóveis destinados à locação e instalação de lojas, chamados de “pontos comerciais”, o que, por seu turno, influencia nos preços das “luvas” e dos aluguéis.

Comportamento do consumidor reduz importância da Cyber Monday para o varejo

"Não há mais necessidade de esperar a segunda-feira para estar em frente a um computador". Foto: BitBlog Especialistas em varejo afirmam que a disseminação do comércio eletrônico está reduzindo a importância da Cyber Monday, uma data dedicada as vendas feitas on-line nos Estados Unidos e que também já chegou ao Brasil. Um dos motivos da perda de valor da data do comércio digital é o fato de que, atualmente, as pessoas estão mais tempo conectadas, por meio de vários dispositivos: smartphone, desktop e tablet. Para Liz Dun, CEO da Pro4ma, empresa que produz um software de análise do varejo, "não há mais necessidade de esperar a segunda-feira para estar em frente a um computador". A Adobe Analy

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga a AGV nas redes socias
  • Grey Facebook Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Blogger - Grey Circle
Venha nos Visitar

Rua Senhor dos Passos, 235 / 4º andar

Bairro Centro

Porto Alegre - RS - Brasil

Tel (51) 3017.8241

Cel (51)99860.0686

  • Grey Facebook Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Blogger - Grey Circle